Melasma

Melasma – Manchas escuras que aparecem na face. A causa está relacionada a fatores hormonais, normalmente a gravidez ou uso de pílulas anticoncepcionais, e o fator desencadeante é a exposição da pele ao sol. Quando ocorrem na gravidez, tem o nome de ‘cloasma gravídico’. O melasma pode ter componente somente melânico, componente predominante de vasos ou ser um misto de melanina e pequenos vasos locais. Também pode ter uma localização mais epidérmica (superficial) ou dérmica (profunda), ou mista. É mais comum nas mulheres, mas nos homens também pode aparecer. Tendência genética é fator predisponente.

Tratamento de Melasma em Peles Étnicas – A esfoliação periódica ajuda na limpeza e retirada da camada superficial de pele morta, melhorando a penetração dos produtos clareadores (hidroquinona, ácido kójico, ácido azeláico, arbutin, bélides etc). Ácidos à noite e corticóides periódicos devem ser aplicados adequadamente para cada caso. O protetor solar (com base) e FPS mínimo de 30 é imperativo. Atualmente há clareadores e antioxidantes (como o picnogenol, por exemplo) via oral que auxiliam no combate do escurecimento e piora do quadro clínico. No consultório, os lasers, peelings, e procedimentos com drug delivery de despigmentantes (medicamentos colocados sobre a pele após um procedimento para melhor penetração) podem ser feitos isoladamente ou em combinação, e a manutenção do tratamento deve continuar em casa.

 

3melasma2
 

Relacionados